terça-feira, 5 de julho de 2011

Alimentação Artificial Estimulante (Postura)

(Mais algumas imagens, AQUI)
A caatinga, ao contrario do que muitos pensam, é riquíssima em diversidade. Varias espécies de plantas, animais, insetos etc, só são encontrados aqui. Alem destes, também temos  vários outros que existem aqui e em outras regiões do Brasil.
È um ecossistema frágil, sem duvidas. Mas, riquíssimo em vida.

Em regiões preservadas de caatinga (coisa rara depois do ciclo do algodão e, agora, do crescente aumento da “industria ceramista de construção”)  dispensa-se o uso de alimentação artificial. Visto que, varias plantas florescem no período de seca e ajudam as abelhas a se manterem com seus enxames bem estabilizados. A exemplo, o juazeiro, cajueiro oiticica etc.

No meu município, infelizmente, restou pouco dessas plantas ( que florescem na entressafra). E a mim restou alimentar as abelhas.

Existem dois tipos de alimentação artificial: De subsistência ( manutenção) e estimulante (para induzir a rainha a ovopositar).

 A principio, talvez, não se perceba quase diferença entre as duas. Mas, existem muitas. Estão escondidas nos detalhes, no modo de fazer e de servir.
Na maioria dos livros se fala muito em formulas, ingredientes, e não explicam o principal, que é, justamente, como servir.

Para não ficar muito extensa e cansativa esta postagem, vou me ater à alimentação estimulante. Acredito que seja a que interessa a maioria dos criadores que estão iniciando e querem ampliar seus meliponarios.

Estimulando a Rainha a pôr

Para estimular à rainha a ovopositar na entressafra igual no período de floradas é preciso seguir alguns passos. Apenas servir o xarope não é o suficiente, como veremos a seguir.
O que faz com que a rainha ponha não é o alimento armazenado. E sim o que esta entrando.
 Não basta a colméia esta lotada de alimento para a rainha colocar ovos. Se assim fosse, ela não diminuiria a postura no menor sinal de falta de néctar na natureza. Ou seja, no final da florada, que é quando as melgueiras  estão cheias.

A alimentação estimulante propicia ao meliponicultor multiplicar seus enxames o ano todo. Se as técnicas forem empregadas corretamente, não haverá falta de zangão, por exemplo, nem muito menos de abelhas, crias etc.
Claro que devem ser consideradas as condições climáticas de alguns lugares do nosso extenso  território Brasileiro. Como a região sul, por exemplo, que as temperaturas caem muito, dificultando ate o amor entre os zangões e as princesas rs.
Manejo de indução á postura

O que induz a rainha é um conjunto de indicativos que apontam existir alimento em abundancia lá fora. Como:
Movimentação de abelhas no interior da colméia;
parte delas carregando o alimento, outras depositando nos potes, outras construindo potes, outras carregando mais resina (para o cerume), outras ventilando para expulsar o excesso de umidade etc. Enfim, essa agitação mostra que existe uma enorme quantidade de alimento sendo armazenada. Essa “bagunça” dentro da colmeia anima a rarinha a pôr, mais e mais.

Regularidade; no período de florada, existe néctar entrando diariamente. Sem interrupção. Assim sendo, não basta servir o xarope ralinho (pouco doce). Tem que haver “regularidade”.

Com base nisto devemos proceder da seguinte maneira para “enganar” a rainha: o xarope . Esse, deve ficar fraquinho, muito mais água do que açúcar.
Deve se considerar pra isso, que uma boa parte dos néctares tem mais de 80% de água. - Alguns sucos, que tomamos, contem mais açúcares do que alguns néctares coletados por nossas abelhas.

Passo a passo:

Pegue uma porção de água potável mais o “mínimo” de açúcar ou mel, que as abelhas se interessem em coletar, misture bem e sirva em dias alternados. Se possível dia sim, dia não. No máximo a cada três dias.

Eu por experiência própria utilizo 1/3 a ¼ de açúcar ou mel para cada porção de água. Ate menos.
Sirva pequenas quantidades de xarope (com freqüência): isso facilitara na hora de servir e evitará que a colméia fique lotada de “mel falso” ao invés de crias.
Cuidado nos excessos. Pois esse tipo de alimento, (com alta quantidade de umidade) fermenta fácil.

E no mais, tente imitar uma florada! Já que, as existentes estão sendo destruídas. Infelizmente a cada dia que passa, mais arvores são cortadas e em seu lugar muito poucas são plantadas.
Para cada ser humano que levanta uma bandeira verde, existem... Quantas centenas? Não sei! ... De outros que fazem do verde, e do que nele vive, cinzas.
Vemos diariamente nas indústrias em geral, a natureza sendo transformada em aço, tijolo, concreto, carro, borracha. E a vida vai sendo trocada, dando lugar a coisas inanimadas.
Para viver nesse planeta, infelizmente, cada vez mais temos que ser artificiais.
Tomara que essa artificialidade toda, não contamine os nossos espíritos.

Boa sorte! Amigos de nossa, comum, casa. Meus amigos!

Isaac S. Medeiros.

17 comentários:

  1. Amigo Isaac,
    ainda estou maravilhado,pela bela recepção que tive,ao visitá-lo.Espero poder retribuir,e também voltarei a visitar seu meliponário,seu sítio e sua família,que me recebeu como um familiar.

    Muito obrigado à todos vocês.

    Quanto a postagem,maravilhosa,pois você passa para seus leitores,os seus conhecimentos adquiridos e que fazem a diferença no manejo das abelhas nativas.

    Um grande abraço do seu amigo.
    Paulo Romero.
    Meliponário Braz.

    ResponderExcluir
  2. Isaac,
    gosto de visitar seu blog porque estou sempre aprendendo! Principalmente depois que estive visitando seu meliponario. Andei alimentando as minhas em excesso, e lendo este artigo decidi diminuir ou suspender o xarope que vinha dando, para evitar acumulo de muitos potes na melgueira, com mel falso. Entendo que o que já forneci de xarope e elas estocaram dá pra bem passar julho inteiro! rs! Depois logo começa a primavera...
    Jose Luiz - de Cuiabá - MT

    ResponderExcluir
  3. Amigo Isaac

    Seu blog tá igual a vinho, cada dia queassa fica melhor.
    Um forte abraço, que Deus continue te dando saúde e inspiração..
    Jean carlos - são luis/ma.

    ResponderExcluir
  4. "cada dia que passa"
    Jean carlos - são luis/ma

    ResponderExcluir
  5. Amigo irmão das Abellhas.
    Isaac S Medeiros.

    Deus o mestre Abelhas, me deu á benção de encontrar o seu blog.

    Lula Do Mel.Caruaru. Pe

    ResponderExcluir
  6. ola meu amigo td bem?
    Venho por esta lhe parabenizar por este otimo trabalho e lhe peço que se possivel for faça um post explicando a respeito da asf: 2 grandes tribos melipona e trigona, nidificação cacho e disco de cria, definição da futura rainha usam realeiras ou nao, como multiplicar cada tipo de abelha no caso as que usam cachos ou disco e no caso das de disco de cria como se faz quando elas nao fazem celulas reais, como definir cada abelha entre operaria, zangão etc. lhe peço esse grande favor pois acredito que para gostar de algo devemos conhecela cada vez mais e esta dificil de encontrar bom conteudo na net intao continue assim com esse belo diferencial e se possivel nos explique mais arrespeito dessas maravilhosas e tao importantes criaturas de Deus abraço que Deus te abençoe e Nossa Senhora te guarde..........

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro amigo, perdoe- me pela demora em te responder. Com relação a postagem, escreverei sim, assim que possível. (...sem tempo no momento)
      que Deus abençoe e proteja a nos todos. Obrigado pela visita e pelo comentário.
      Att, Isaac S. Medeiros

      Excluir
  7. obrigados pelas dicas amigo! to inicianado a criacao.

    ResponderExcluir
  8. vc eo cara muinto obg por ensina muintas coisas que eo queria sabe sobre elas.continui assin que deus ajudara a vc e a nos todos obg. ouro branco rn.

    ResponderExcluir
  9. ouro branco rn ja tem muitos criadores de jandaira olavo,luis carlos, bio, jones, salvio...

    ResponderExcluir
  10. isaac porque minha caixa nao aumenta si eo sempre alimento colocando garapa i mel fraquinho num bebedouro de pass. eo sempre abro a caixa para colocar.oque sera que tem de errado? omel,agarapa,o tempo seco,o abrimento da caiaxa? eo alimento de 4 e 4 dias. e todo dia abro pra ver como ta mais esta sempre fraquinha mais a reinha poim

    ResponderExcluir
  11. Bom dia amigo , me perdoe pela demora em te responder!

    O problema maior é a seca, com certeza!
    Procure alimentá-las dia sim dia não e procure não abrir tanto a caixa.
    há, olhe se elas possuem reserva de pólen.

    ResponderExcluir
  12. Muito boa postagem. E aquela receita com ovo de galinha como é.

    Fernando Bezerra da chagas

    ResponderExcluir
  13. Companheiro, que tipo de alimentador tu usas e de que maneira ?

    ResponderExcluir
  14. Tu forneces algum tipo de produto (pólen de apis, aminomix, ração) junto com o xarope estimulante de postura ?
    Grato.

    ResponderExcluir
  15. Ah, esqueci de dizer. Sou de Macapá-Amapá. rsrs

    ResponderExcluir